In Looks Personal

Desabafos de uma Ex-Consumista


Olá! Sabem aqueles dias onde basicamente tenho vontade de vos trazer um outfit e um desabafo? Pois, hoje é um desses dias. No entanto, este desabafo - este pensamento que preciso urgentemente de deitar cá para fora - é um pouco a causa do desaparecimento dos looks aqui pelo blog. É verdade, devem notar que já não coloco tantos outfits como colocava antes e isso tem uma explicação muito simples - a roupa.


Já no ano passado, coloquei como um dos meus objetivos principais a redução da quantidade de roupa que comprava - e, atenção, eu nunca comprei assim t-a-n-t-a roupa, mas claramente tinha mais peças do que as que necessitava. Este ano, esse objetivo prolongou-se, porque, como devem imaginar, mais do que uma meta a cumprir, é uma filosofia que gostaria de adotar na minha vida. Contudo, quanto mais o tempo passa, mais difícil está a ser cumprir aquilo que prometi a mim mesma com as doze badaladas que marcaram a entrada de 2019: comprar roupa só quando preciso.







Vamos fazer um pequeno "shopping throwback" para que se ponham no meu lugar: este ano, fui às compras antes de ir para a Alemanha - precisava de um casaco bem quentinho - e ando de volta de um vestido para um casamento em maio. De resto, precisaríamos de remontar ao ano passado para descobrir mais uma ida às compras - no início de dezembro, se a memória não me falha, umas botas. E à medida que os dias passam, mais começo a sentir que o meu armário se tornou num recanto aborrecido do meu quarto, onde já nada me deixa tão entusiasmada, onde o ato de me vestir todas as manhãs se tornou mais uma obrigação do que um motivo de felicidade... Ou estarei a exagerar?






Pronto, talvez tenha exagerado um bocadinho - continuo a divertir-me com a minha roupa, mas nada comparado com antes. Talvez o facto de não ter peças novas que me permitam fazer conjugações diferentes me tenha tirado a vontade de criar looks, de fotografar looks ou até mesmo de escrever publicações sobre os meus looks. Porque a moda continua a ser uma paixão genuína, mas a m-i-n-h-a moda tornou-se diferente daquela que eu sempre conheci - aprendi a restringir-me, a limitar os meus impulsos e isso pode ter tirado alguma alegria a todo este processo. Ou talvez seja só uma fase menos boa, em que a moda decidiu embirrar comigo, quem sabe...

Outra coisa que me tem preocupado recentemente, dentro do mesmo tópico, é sentir que o meu estilo está a mudar. E porque é que este é um motivo de preocupação? É algo que já me aconteceu imensas vezes e que eu sempre resolvi muito bem - bastava-me comprar roupa nova e tudo voltava à normalidade. Só que, desta vez, apesar de já não me identificar com uma parte da roupa que tenho no meu armário, não me posso dar ao luxo de chegar ao shopping e comprar quase um closet inteiro. Não posso nem o irei fazer, vai contra aquilo em que acredito. Mas também está a ir contra ao estilo que quero ter.





No fundo, chegamos ao final desta publicação sem uma conclusão - desculpem se, em vez de vos ajudar a refletir sobre o tema, acabei por vos confundir. Por isso, em vez de continuar com afirmações sem rumo, acabamos o post de hoje com perguntas. Estará o consumismo na base da alegria que a moda me traz? Ou será que a mudança do meu estilo é que está a afetar a forma como encaro o meu armário? E se for isso, como posso corresponder a esta mudança sem voltar aos meus antigos hábitos consumistas?

xoxo,





Related Articles

10 comentários:

  1. Por acaso sempre fui pessoa de comprar roupa quando preciso mesmo... Claro que se o preço estiver super convidativo e eu souber que vou usar a peça várias vezes, compro - até porque uma das entraves que vejo é que muitas vezes o preço está super elevado para a qualidade da peça...
    Podes sempre ir pensando em conjugações diferentes com as peças que tens! :)

    https://aritateixeira.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desde que implementei aquele objetivo, nem isso me tenho permitido. Talvez seja o restringimento demasiado apertado a que me tenha submetido... Mas sim, tenho tentando sempre inovar as conjugações com aquilo que já tenho! Obrigada!
      Beijinhos

      Eliminar
  2. um dos meus objectivos também e começar a ser mais minimalista! nao queo ter tanta tralha e poupar uns €€€€!
    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também é um dos meus objetivos, mas quanto mais tempo passa, mais difícil é! É uma questão de persistência!
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Eu acho que é a mudança de estilo que te está a deixar mais reticente, penso!

    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é o mais provável! Talvez tenha de abrir uma exceção a mim mesma...
      Obrigada, beijinhos

      Eliminar
  4. Gostei bastante deste post pela honestidade que demonstras!

    Não tenho por hábito comprar muita roupa, mas acho mesmo que talvez estejas a ser demasiado exigente contigo mesma em relação a todo o processo...
    Acho muito importante termos noção do nosso consumismo (que é um problema verdadeiramente sério) e não comprar apenas por comprar. Feito de uma forma consciente e espaçada é o ideal!

    Um beijinho,
    MESSY GAZING

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo teu comentário, é muito importante para mim ouvir o vosso feedback! Talvez seja exatamente isso, não preciso de ser tão exigente comigo mesma.
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Eu acho que até sou bem poupadinha no que toca a roupa. Penso bastante se realmente quero aquela peça antes de a comprar, e as vezes, acabo mesmo não a comprar pois perco o interesse. Mas tenho pessoas amigas que me dizem que sou super compulsiva ao comprar roupa e que estou sempre a fazê-lo, contudo eu não sinto que o faça. Se calhar, sou um bocadinho compulsiva quando gosto realmente de uma peça e compro-a logo. Mas uma das coisas que eu gosto bastante em mim, é o facto de precisar sempre de uma opinião, quer seja da minha mãe ou de amigas, antes de fazer a compra. E isso, parecendo que não, ainda ajuda bastante pois se me dizem que não é uma boa ideia eu recuo um bocado e acabo por não gastar o dinheiro. Mas aplaudo a tua coragem pelo que estas a fazer!!

    Amei este conjunto, mesmo! Usava-o sem duvida alguma, apenas trocava esses sapatos por uns ténis, sou uma rapariga mais prática ahah

    Beijinhos, Mónica.
    Black Rainbow // Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pela tua partilha - sem dúvida que acaba por ser uma questão de perceção. Agora, sinto que não faço compras porque antes fazia muitas mais... Talvez para alguns, até faça bastantes compras porque eles não estão habituados a fazê-lo. Depende muito do que cada um sente ser indicado para si!
      Muito obrigada, mais uma vez!
      Beijinhos

      Eliminar

Thank you so much!