segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Nem Só de Tendências Vive a Moda || 10 Peças Intemporais para o Outono


A mudança de estação implica muitas vezes a criação do mesmo tipo de conteúdos, não só aqui pelo blog, mas também um pouco por todas as redes sociais. Fala-se de tendências, do que se vai usar numa estação ou não, das peças em que vale a pena investir (nem que seja, pelo menos, para usar por uns meses)... Mas tudo isto implica, na maioria das vezes, um ciclo de consumo-lixo-consumo-lixo que muitos de nós tentamos evitar. Assim, é essencial fazermos um refresh na nossa mentalidade e começarmos a ver a chegada de uma nova estação não como uma possibilidade de comprar as mais recentes tendências, mas, acima de tudo, de retirar os clássico do armário. Querem saber quais são?


10 Peças Intemporais 

|| Fall Edition ||


1. Le Gabardine. 


Quando eu penso em "intemporal", é numa gabardine para onde o meu cérebro viaja. Aliás, acho que até foi a peça que inspirou toda esta publicação. Para dias de chuva ou não, este casaco é uma peça que nunca falha... Principalmente quando a inspiração é escassa, pois basta colocá-la por cima de qualquer conjunto para obter um look perfeito. 


2. Le Blazer.


Oversize ou justo, comprido ou curto... Não é preciso especificar. Se é um blazer, principalmente de cores neutras ou outonais, então encaixa-se perfeitamente nesta lista. Já não é surpresa para ninguém que sou uma grande fã de casacos, mas o ponto 1. e 2. são, para mim, o exemplo perfeito de peças clássicas que não devem faltar em nenhum armário de outono. E a prova da sua intemporalidade? Dois dos meus blazers favoritos voaram do armário vintage da minha mãe até ao meu e, voilà, melhores não podiam ser!


3. La Chemise.  


A camisa branca é muitas vezes referida por mim como uma peça essencial a qualquer look profissional; no entanto, essa não tem de ser a sua única função. Conjugada com peças mais leves e descontraídas, como um par de calças de ganga, faz o outfit perfeito para um passeio de domingo. E, apesar de ser uma eterna fã de cores claras, qualquer tom do arco-íris (desde que seja do vosso agrado e se encaixe no vosso armário) é passível de se integrar nesta categoria da intemporalidade... Embora - volto a referir - tons neutros serão sempre a aposta mais segura. 


4. Le Jean noir.


Calças de ganga? Sim, sempre, em qualquer estação. Calças de ganga em tons mais escuros? É no outono/inverno onde pertencem. Esta peça é um contrabalanço perfeito para conjugar com partes de cima de tons mais claros (como as camisas de que acabámos de falar), ou até mesmo para perseguir looks monocromáticos, que não deixam de ser sempre viáveis e eficazes. 


5. La Robe longue.


Quem disse que os vestidos são apenas uma peça de verão? Eu discordo, e discordo muito. Um dos meus looks favoritos de outono é ver um vestido midi simples e leve conjugado com um blazer oversize ou até mesmo uma gabardine. Se o frio for um impedimento à utilização destas peças, é sempre possível apostar num bom par de collants ou até conjugar o vestido em questão com um par de botas de cano alto que tornarão qualquer look mais fresco na combinação outonal de sonho. 


6. Le Pull en maille. 


Todos os anos procuro a camisola de malha perfeita e todos os anos tenho tendência a falhar, infelizmente. Apesar disso, não deixo de considerar esta peça como um dos maiores essenciais de qualquer armário de outono. Este ano, especificamente, a tendência diz-nos que são os coletes de malha quem manda... Mas eu continuo a dizer: passe o tempo que passar, uma camisola de malha vai ter sempre o seu lugar num bom armário de outono.


7. Le Pull col roulé.


Não sei bem com que idade descobri a 8ª maravilha do mundo, vulgo camisolas de gola alta, mas sei que até essa data tinha uma estranha repulsa relativamente a esta parte de cima. Lutei, lutei, lutei... Até que cedi. E ainda bem que o fiz, pois agora é daquelas peças que tenho em mil e uma cores (todas neutras, claro) e das que mais uso nas estações mais frias! Há qualquer coisa de maravilhoso na simplicidade de uma gola alta que me faz sentir que qualquer outfit fica bem quando ela está presente.


8. Le Pantalon à taille haute. 


Sim, eu sei, ainda há uns anos eram as calças de cintura descida que dominavam as passerelles e agora estou eu aqui a dizer que a cintura subida é intemporal... Makes sense? Sim, pois acredito que, tal como no resto da moda, existem tendência que temporariamente se sobrepõem aos clássicos. E a cintura subida merece o estatuto de clássico, não só pelo conforto que nos proporciona, mas também pela forma como favorece qualquer look. 


9. Le Béret.


Há algum acessório de outono mais icónico do que uma boina? No, I don´t think so. Provavelmente já repararam num padrão entre estes clássicos - é que muitos estão associados ao estilo parisiense - e as boinas não são exceção. E por muitas justificações que eu pudesse dar por ter incluído este acessório na lista, a melhor será desafiar-vos a escrever uma lista com os melhores complementos a um look de outono e ver que acessório aparece em primeiro. 


10. Les Bottes. 


Deixemos as sandálias na praia. Aqui, fala-se de botas. Daquelas com cano alto ou baixo. Das que têm saltos tão altos que fazem doer os pés ou das que são confortáveis como uma pena. Nada disso interessa, desde que o calçado em questão seja um par de botas. É que não só são o complemento ideal a qualquer chuva de outono ou neve checa (saudades Erasmus), como também são capazes de tornar qualquer look simples num outfit de outono a recordar.

E assim puderam ver que nem só de tendências vive a moda, pois os clássicos continuam a dar cartas sempre que saem dos nossos armários. Destas 10 peças intemporais, qual é a vossa favorita?


xoxo,


M.


YouTube Instagram | Facebook | Pinterest | Podcast

Publicar um comentário