quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020

Cria a Tua Rotina Matinal em 5 Passos


Ah, rotinas matinais... Aquela coisa que toda a gente quer ter, mas que para a qual (quase) ninguém se digna a adiantar o despertador uns minutos mais cedo para que esta seja um pouco mais do que um banho e um pequeno-almoço tomados a correr. Não há nada mais precioso do que as nossas horas de sono, não é verdade? Não, contrariamente ao que muitos pensam, não é verdade. Por muito importantes que sejam as nossas horas de sono, a mudança - para muita gente - não está na hora a que nos levantamos, mas na hora em que nos deitamos.

E voltando ao tema de hoje que já me estou a desviar: ter uma rotina matinal do nosso agrado é o primeiro passo para termos um bom dia, pois o nosso humor de manhã tem uma influência gigantesca naquilo que sentimos, vivemos e transmitimos aos outros ao longo do nosso dia. Daí a importância de começar cada dia de forma calma, daí a importância da nossa rotina matinal. 

Mas, como podes criar a tua rotina matinal?

1. Definir o tempo que tens disponível de manhã

Há que ser realista, nem toda a gente pode dispensar 2 horas da sua manhã para estar sentada no sofá a escrever o que está a sentir. Assim, calcula a duração da tua rotina contando quanto tempo tens a partir da hora em que acordas até à hora em que precisas de pôr um pé fora de casa. E se estão à procura de uma média ideal, essa rondaria 1h/1h30. 

(É aqui que o teu objetivo de "levantar cedo" entra em jogo: tudo bem, precisamos de dormir cerca de 8 horas, mas e que tal optares pelo provérbio "deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer"? Se queres arranjar mais uma hora de manhã para criares esta tua rotina matinal, começa por te deitares uma hora mais cedo.)

2. Subtrai o tempo que necessitas para as tarefas básicas

Tomar banho, vestir, pentear, comer o pequeno-almoço e todas aquelas coisas que simplesmente não podem ser retiradas da tua rotina matinal por serem o core desta. Soma o tempo que todos estes passos te levam a fazer e subtrai-o do tempo que tens no total disponível para cada manhã.

Ficaste com menos de 15 minutos? Volta ao passo 1, pois há algo de errado aí. Mais uma vez, define bem quanto tempo é podes retirar do teu sono de manhã e passá-lo para a noite. O ideal seria ficar com 30 minutos e é esse tempo que irei considerar a partir de agora.

3. Retira da tua rotina matinal todas as coisas que podes fazer no dia anterior

E porque sei que, mesmo assim, o tempo que restou do passo 2 pode ainda não ser o desejado, vamos tentar arranjar mais tempo ao retirar desta rotina todas as coisas que podem ser feitas na véspera. Entre elas, está: escolher o outfit, preparar a mala ou a refeição que será levada para o trabalho, escrever a to-do list e tudo o que não precise obrigatoriamente de ser feito cada manhã.

Agora, quanto tempo tens? Vamos utilizar esse tempo restante nos próximos passos.

4. Escolhe duas atividades que completem a tua manhã

a) Uma de relaxamento ou pura satisfação (resumidamente, algo que gostes):
Meditar, fazer yoga, ler, escrever, ver um vídeo no YouTube, ouvir um podcast e tantas coisas mais que eu poderia escrever aqui, mas que irei deixar ao vosso critério.

b) Uma de preparação para o dia:
Rever a agenda, fazer um circuito de exercício físico, fazer um smoothie, arrumar alguma parte da casa - coisas que melhorem o teu dia seja ao nível da saúde, da organização ou da paz mental. 

Podes misturar estas duas atividades, dividi-las pelo tempo que tens, fazer mais do que duas... O que quiseres! A única coisa que importa é sentires-te relaxada, feliz e preparada para o dia que tens à frente - estes sim são os objetivos de uma rotina matinal.

5. Completa os "espaços brancos" com atividades mais pequenas

Enquanto o teu pequeno-almoço está a acabar de ser preparado, podes fazer algo mais? E assim que te levantas, consegues inserir alguma coisa nesse período de tempo que melhore a tua qualidade de vida em algum nível? Falo de coisas pequenas como beber um copo de água em jejum, fazer a cama, dar um toque extra à tua maquilhagem, enviar uma mensagem de bom dia a alguém que te faça feliz ou, sinceramente, qualquer coisa que sintas que possa ser inserido no "espaço branco" de tempo que tens e que substituía esse scroll sem fim pelo Instagram.

E, cinco passos depois, tens criada a melhor rotina matinal para ti - aquela que se adequa ao tempo que tens, aos teus gostos, ao que precisas e ao que te faz feliz. Esta rotina matinal não precisa de ter a estética que a rotina matinal das tuas YouTubers favoritas tem, nem precisa de ser perfeita todos os dias... Apenas precisa de ser tua e de ser repetida ao longo dos teus dias para que se torne, efetivamente, numa rotina.

xoxo,


Publicar um comentário