In Organization Successful Life

GYST: 4 Passos para Reorganizares a Tua Vida


Olá! Não sei se alguma vez trouxe o conceito de GYST aqui para o blog, mas, resumindo este acrónimo maravilhoso que colocou em palavras algo tão importante dos meus dias, falamos de "Get Your Sh*t Together". E, claro, este é um processo que passa bastante por uma adaptação às nossas necessidades - o tempo que dura, aquilo que fazemos e como o fazemos é algo que devemos modificar consoante as nossas disponibilidades. Assim, e como GYST é algo que veio mudar a minha vida, vou deixar-vos aqui os 5 passos que sigo sempre que meto as mãos à obra - podem não ser passos indispensáveis, mas acreditem que vão fazer uma grande diferença na vossa vida.


Reorganizar a nossa vida parece ser um conceito bastante complexo - principalmente para aqueles que sentem que nem a sua própria mente se consegue organizar. No entanto, é à medida que organizamos a nossa vida que vamos conseguindo organizar também a nossa cabeça e os nossos pensamentos. Já experimentaram limpar o espaço em que se encontram e, instantaneamente, não se sentiram mais leves e com menos peso sobre os ombros? É algo completamente natural a todos nós: ver um espaço arrumado faz-nos sentir mentalmente mais organizados.

Por isso, e arrumações à parte (que já irão aparecer mais à frente, não se preocupem), vamos lá falar dos 4 passos necessários ao GYST:
  • Criar uma lista de todas as tarefas pendentes na nossa vida - aquelas que podem não ser necessárias, mas que, eventualmente, têm de ser feitas
Todos as temos: seja despachar assuntos burocráticos ou arrumar aquela gaveta que nos mete impressão há dias... E sim, elas irão ser tratadas neste GYST. Para isso, vamos começar por fazer um brainstorm de todas essas tarefas e colocá-las em papel (um papel que irá ter sempre um espaço em branco, caso nos lembremos de algo a adiconar). De seguida, basta definirmos dias específicos para realizar cada uma delas. E, atenção, esta é a parte mais importante: esses dias definidos serão sagrados e não devem ser constantemente alterados, ou todo este passo perderá o sentido.
  • Fazer uma limpeza digital (ambiente de trabalho, documentos, e-mail, contas que segues, etc.)
Muita da nossa vida é passada no digital e, por isso, a limpeza do nosso ambiente nesse meio é tão importante como a limpeza do ambiente físico à nossa volta. Tal como a tralha no nosso quarto prejudica o nosso cérebro, também a tralha online o faz e, por isso, é importante tirarmos umas horas de vez em quando para arrumarmos a nossa casa digital. Há muito que se pode fazer: organizar o ambiente de trabalho e os documentos em pastas com nomes claros e reconhecíveis; limpar a caixa de e-mail, eliminando e-mails antigos e contas que já não utilizamos; dar unfollows às contas que já não nos agradam ou com as quais já não nos identificamos nas várias redes sociais... Basta pensar um pouco!
  • Ir ao supermercado (e preparar refeições)
Eu sei que este ponto quase se podia referir no primeiro, no entanto, esta nunca deixará de ser uma tarefa essencial nas nossas vidas - e por muito "básico" que pareça referi-la aqui, é algo que nunca falha nos meus dias de GYST e que organiza uma grande parte da minha vida. É que ter comida no frigorífico (de preferência o mais saudável possível, mas não iremos discutir isso hoje) ajuda-nos a ter a certeza de que teremos sempre algo para comer e não iremos estar a gastar mais dinheiro com encomendas ou jantares fora. 

Se quisermos levar este nosso GYST ainda mais a sério, podemos tirar algumas horas para cozinhar várias refeições, que nos pouparão tempo - e stress - durante a semana. Mas, claro, este é um passo totalmente opcional!
  • Adiantar/reorganizar trabalho
Este último ponto é completamente aberto, pois cada um deverá adaptá-lo às suas necessidades. Para mim, GYST tem de ter trabalho no meio - trabalho que não precisa de ser feito já, mas que eu irei fazer para impedir que uma semana mais cheia dê cabo da minha sanidade mental. E adiantar trabalho significa pré-gravar vídeos, escrever publicações, tirar fotos, fazer resumos ou qualquer coisa que me dê a segurança de que estou a fazer algo que eventualmente terei de fazer mais tarde. Apliquem esta frase à vossa vida e descubram quais as tarefas que podem estar sempre um passo à frente!

E com estes 4 passos, concluídos de forma simples, rápida e eficaz, terão uma vida bastante mais organizada do que tinham antes. GYST é uma prática que se deve aplicar regularmente, seja 1 vez por semana ou por mês - o que importa é que tiremos sempre umas horas da nossa vida para ver o ponto de situação em que estamos e percebermos o que está feito e tudo o que ainda falta fazer.

xoxo,


Related Articles

4 comentários:

  1. Por normal faço GYST uma vez por mês, pelo menos a planificação das minhas tarefas são feitas por mês, mas todas as semanas faço uma revisão desse plano e as devidas alterações necessárias e com isto posso acrescentar, adiar ou retirar tarefas que acho que fazem sentido ou não lá estarem! Gostei muito deste post e deu-ma vontade de continuar com todo este processo que apesar de trabalhoso é bastante útil (se bem que sou a única pessoa no meu circulo de amigos que o faz e acham que sou doida, fiquei mais descansada neste momento ahaha)!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Planificação costumo fazer semanalmente, por isso acredita que estás sozinha! E, se te está a trazer benefícios... então continua! Cada um sabe qual o seu melhor método da organização e se já descobriste aquele que que funciona contigo, ainda melhor!
      Beijinhos

      Eliminar

Thank you so much!