In Photography

O que Acontece por Detrás da Lente


Olá! Hoje, queria falar de algo um pouco diferente convosco e, acima de tudo, queria falar-vos da minha experiência neste tema, para que cada vez mais os meus leitores (e os leitores de outros bloggers) percebam os pequenos problemas que estão na essência do nosso trabalho... Hoje venho falar-vos de tudo o que se passa por detrás da nossa lente sempre que vamos fotografar um look para a rua. Gostavam conhecer os bastidores das minhas sessões fotográficas? Então, fiquem comigo durante esta publicação.


         Ui, ir fotografar para a rua é um desafio tão grande! E porque é que não fotografo por casa, perguntam vocês? Bem, porque se o fizesse já estariam cansados de ver sempre os mesmo cenário, de ver sempre as mesmas paredes e de ver sempre o mesmo ângulo. Como adoro inovar, gosto de descobrir novos fundos para as minhas fotos e, por isso, acabo sempre por escolher um sítio público para o fazer - desde a praia ao parque da minha cidade, o que importa é ter uma boa luz (o resto vem por acréscimo). 

       Como já devem imaginar, existem imensas condicionantes naturais à produção de uma boa sessão fotográfica: imensa luz ou a falta dela, vento com fartura, da chuva já nem se fala... e mais umas quantas que podíamos adicionar à lista, mas não vim aqui para me queixar, pois tudo isto pode ser contornado. No entanto, existe outra condicionante que me tem vindo a fazer alguma comichão nos últimos tempos e, por isso, foi difícil manter esta boquinha fechada (ou, neste caso, estas mãos atadas). Essa condicionante são pessoas. Sim, pessoas, exatamente. Para perceberem um pouco melhor do que estou a falar, vou-vos mostrar os tipos de pessoas que tenho vindo a encontrar à medida que vou produzindo novas sessões fotográficas aqui para o blog:
  • Os curiosos: Esta é a espécie que mais encontramos... mas eu não censuro, admito que a curiosidade também é uma característica que me assiste, no entanto, devemos perceber até que ponto é que esta deve ir. Uma coisa é lançarem um olhar ou dois, outra completamente diferente é ficarem de olhar fixo naquilo que estamos a fazer enquanto fazem uma expressão de surpresa e estranheza como se nunca tivessem visto ninguém a tirar uma foto. Admito que, para mim que estou do outro lado da lente, é uma atitude que me deixa um pouco desconfortável, o que acaba por (obviamente) transparecer nas fotos... É o meu trabalho, gente, compreendo que possa fazer um pouco de confusão, mas não o prejudiquem, por favor. 
  • Os que não querem aparecer: É normalíssimo não quererem aparecer na foto e eu respeito completamente isso - sempre que alguém precisa de passar, eu paro a sessão e deixo que tudo flua normalmente, é o meu dever. Mas aqui ainda existem duas subcategorias: as pessoas que param e esperam e as pessoas que param e me fitam com a cara de "ai de ti que eu apareça nessas fotos". Meus queridos, é um sentimento mútuo, eu também não quero que vocês apareçam.
  • Os que querem aparecer: E este tipo de pessoas já todos nós apanhámos, tenha sido numa selfie com amigos ou numa simples foto a uma paisagem... há sempre aquele ser que adora intrometer-se nas fotos dos outros, achando essa ação de uma piada extrema. Guess what? Não tem assim tanta piada.
  • Os "engatadores": Vou-vos contar uma história que se passou comigo há algum tempo para que percebam bem este ponto... e, repito, isto é uma situação completamente verdadeira que, infelizmente, acontece demasiadas vezes. 
Ora andava eu por uma rua de Leiria pouco movimentada a tirar fotos com os meus pais (sim, com os meus pais) quando um carro estaciona perto do local da minha sessão. Foi tudo uma situação normalíssima, estava uma família dentro daquele carro e pareciam estar à espera de alguém, tudo bem até aí. Até que, de repente, ouço um grito proveniente desse lugar com a típica frase de engatatão "ÉS TODA BOA". Qual não foi o meu espanto quando vi que quem tinha proferido essa frase era uma criança de cerca de 13 anos, à qual os pais responderam entre risos "não digas essas coisas". Que repreensão tão eficaz! O rapaz continuou com os seus pseudo-piropos enquanto eu tentava normalmente fazer o meu trabalho. Chegou a um certo ponto em que já nem os pais lhe diziam nada... Foi preciso o carro ir-se embora para eu poder continuar a tirar as minhas fotografias em paz e sossego, mas, obviamente, foi uma situação que me perturbou imenso.
  • Os prestáveis: Obviamente que nem tudo é mau, também já encontrei pessoas bem simpáticas que, por exemplo, me pedem desculpa quando sem querer se colocam à frente da câmara, ou pessoas que me avisam quando tenho o atacador desatado ou o cachecol no chão, pessoas que parecem preocupar-se. Imagino que sejam estas as pessoas que estão desse lado a ler esta publicação, pois, se chegaram até aqui, é porque se preocupam... e isso é muito bom!
       Basicamente, quero voltar a reforçar que não vim aqui para me queixar, eu adoro o que faço e não é por estas adversidades que irei parar. Só acho que a maioria das pessoas não tem bem noção de como as suas ações acabam por prejudicar o nosso trabalho enquanto bloggers. Por isso, já sabem, sempre que encontrarem na rua alguém a fazer uma pequena sessão fotográfica, lembrem-se que o melhor é agir como se fosse só mais uma pessoa a passear, tal como vocês.

E as bloggers desse lado? Já alguma vez tiveram situações deste género? Querem acrescentar mais algum tipo de pessoas a estas categorias? Deixem nos comentários as vossas experiências, para que todos possamos ficar a conhecer o que se passa por detrás da vossa lente.


xoxo,


Related Articles

42 comentários:

  1. Hello 💓
    Ainda só fotografei uma vez na cidade, mas procuro sempre sítios sem muito movimento, para não acontecerem estás coisas. Mas percebo perfeitamente!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo em sítios com pouco movimento, acontecem situações muito awkward! Mas vale tudo a pena! Beijinhos

      Eliminar
  2. Como te compreendo... Por isso é que tento sempre ir para um local onde haja sempre o mínimo de pessoas possível.
    Um beijinho,
    http://myheartaintabrain.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo a melhor solução, por vezes! Mas é pena...
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Fotografo algumas vezes por Leiria, em zonas movimentadas, e também já me aconteceram algumas situações, por isso, compreendo te perfeitamente! Beijinhos

    blog-lemagazine.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagino, imagino! Mas continua sempre com essas fotografias, tens imenso jeito!
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Não poderia ter descrito tão bem as situações por que passamos diariamente, adorei! A situação mais complicada foi sem dúvida tentar tirar fotos em paris, imensas pessoas e trânsito, olhares de todas as categorias. É verdade que se tropeça sempre em gente simpática que admira o que fazes e tenta ajudar o que é super gratificante ��
      Beijinhos ��

      Eliminar
    3. É verdade! Mas as pessoas que estão desse lado a ler valem a pena por todas as pessoas que nos deixam desconfortáveis só com um olhar!
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Como costumo fotografar em locais mais isolados e onde há poucas pessoas, consigo passar ao lado dessas coisas, quer dizer, de quase todas, pois se houver algumas pessoas, deitam sempre o seu olhar :D

    Mas é normal, as pessoas são curiosa por natureza, gostam sempre de pelo menos olhar, mas há sempre aqueles mais atrevidos :D

    Beijinhos e bom fim de semana <3
    https://demantanosofa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, a curiosidade é completamente normal, eu também a tenho! Mas até um certo ponto começa a ser desagradável. Beijinhos, bom fim de semana

      Eliminar
  5. Sei bem o que é estar do outro lado da lente também, óbvio.
    Nunca é fácil, pelo menos para mim, na presença de muitas pessoas não é muito fácil, no entanto, temos de encarar a situação com um olhar mais profissional :)
    Também gostei do teu blog, segui de volta.

    Beijinho <3
    www.trendsandfashionblog.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagino! Para nós é algo completamente profissional, sim, mas as outras pessoas não o levam dessa forma, na minha opinião.
      Obrigada! Beijinhos

      Eliminar
  6. Olá querida, obrigado pelo comentário. Também já vivi no Porto na primeira vez que vivi fora de minha pequenina cidade e sim, foi um choque enorme! Para Lisboa fui mais preparada, mas ainda assim senti diferença.

    É muito raro fotografar-me na rua mas, enquanto designer, e como não há dinheiro para contratar fotógrafos (e também porque adoro fotografar) sou eu própria que fotografo as minhas coleções e estou completamente de acordo com o que referiste neste post. Já me aconteceu até pessoas que pararam e começaram a tirar fotos sem pedir autorização, passei-me completamente :/

    Beijinho,
    santiago | facebook | instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo! São situações mesmo complicadas... Mas nunca deixes que esse tipo de situações te impeçam do que quer que seja!
      Beijinhos

      Eliminar
  7. que post excelente!! adorei o blog e já estou a seguir :) beijinho

    https://iispinklove.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Ainda não me arrisquei a sítios muito movimentados. Fico demasiado "awkward" (ainda) com pessoas à minha volta a observarem. No entanto esses sítios geralmente dão resultados maravilhosos! E acho que fazes muito bem em arriscar. Ainda agora cheguei e já adorei!
    Muito obrigada pelo comentário :) Estou a seguir!
    Beijinhos

    Automatic Destiny

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É desconfortável sim, mas para mim não será impeditivo (ou pelo menos tento que não seja)! Beijinhos

      Eliminar
  9. Para os blogger que gostam sempre de tirar fotos que sejam ou tenham aspecto de "profissionais", acredito que não deve ser fácil quando se está numa sessão. Na minha cidade já vi algumas vezes pessoas pelo centro histórico até a mudarem de roupa para tirar fotos com looks diferentes. Como "conheço" mais ou menos e sei como estas coisas funcionam, não é estranho para mim mas sei que é estranho para tantas outras pessoas.

    Blogue Meraki
    Redes sociais: Facebook || Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, ter de trocar de roupa é um desafio ainda maior! Por acaso nunca fiz isso, mesmo sabendo que poupa imenso trabalho, mas é algo onde não me sinto mesmo confortável ainda! Beijinhos

      Eliminar
  10. Eu ainda não arrisquei fotografar em sítios muito movimentados, sinto-me um pouco incomodada quanto às pessoas olharem. Mas admiro-te, apesar de ser desconfortável continuas a fazer o teu excelente trabalho! :)
    Beijinhos
    https://islandgirlife.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os olhares das pessoas conseguem deixar-nos bem desconfortáveis... mas é uma questão de nos sabermos abstrair! Obrigada! Beijinhos

      Eliminar
  11. Não costumo fotografar looks...mas já ouvi variadíssimas histórias...acontece de tudo um pouco.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  12. Eu infelizmente ainda não ganhei coragem para fotografar fora de casa, por todos esses motivos e mais alguns, e percebo-te perfeitamente quando dizes que cansa fotografar com os mesmos cenários... :/
    Btw, adorei o teu blog e já segui também :)
    Continua com o bom trabalho, beijinhos <3

    www.losingmamind.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu compreendo, mas é uma questão de aprendermos como nos abstrair de tudo o que não importa... E sim, sem dúvida que é difícil! Aw obrigada, querida! Beijinhos

      Eliminar
  13. bem, que situação! Sou muitooo envergonhada e quando vejoo um carro faço de conta que não se está a passar nada ehehe :$
    BLOG | FACEBOOK | INSTAGRAM

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Ahahah eu nunca consigo disfarçar completamente!
      Beijinhos

      Eliminar
  14. Normalmente quando o faço peço sempre à minha mãe para me tirar as fotografias, no entanto, não acontece muitas vezes. Na maioria das vezes eu quero, mas sempre que há muita gente eu não consigo, porque não me sinto nada à vontade. As pessoas gostam sempre de ficar a olhar e a observar como se nunca ninguém na vida tivesse tirado uma fotografia haha

    Blog: http://bolacha-mariaa.blogspot.pt/
    Projeto: http://ajudaoplanetaesalvaomundo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, é verdade! É complicado, mas há que saber ultrapassar isto! Beijinhos

      Eliminar
  15. Entendo tãaaao bem o drama! É por isso que evito tirar fotos na rua! E se tiro, tem de ser em locais com pouco movimento, porque além de ter de aturar situações semelhantes, eu fico extremamente tímida e isso... vesse nas fotos!!!
    Beijinho*
    http://www.fine-alchemy.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, todos estes constrangimentos transparecem para as fotos e essa é mesmo a pior parte! Beijinhos

      Eliminar
  16. Siim! É por isto que acabo por preferir fotografar em zonas mais calminhas. Mas claro, há situações que são quase sempre inevitáveis e há quem realmente não saiba respeitar os limites da curiosidade! Gostei imenso desta tua partilha. <3
    Beijinhos, The Fancy Cats | Kawaii Box Giveaway

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade! Mesmo nas zonas mais calmas, há sempre algo que acontece!
      Obrigada eu, beijinhos

      Eliminar
  17. Confesso que sinto alguma vergonha quando as pessoas começam a olhar para nós por estarmos a tirar uma foto, percebo-te perfeitamente.
    Beijinho e continua com o excelente trabalho!

    doce-branca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É complicado, mas também é ultrapassável!
      Beijinhos, obrigada

      Eliminar
  18. As fotos estão tão giras! Eu adoro ser fotografada, o problema é encontrar alguém que me queira fotografar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tento sempre arrastar alguém! Por acaso nisso tenho imensa sorte! Beijinhos

      Eliminar

Thank you so much!