In Organization Personal Successful Life

Resoluções para 2018


Olá!
       Na publicação de hoje, quero partilhar com vocês tudo aquilo pelo qual me vou seguir neste próximo ano: os desafios a que me proponho, os ideias que não quero esquecer e todos os objetivos que quero cumprir. Estas resoluções vão ser mais espirituais, ou seja, algo que quero mudar dentro de mim, pois sei que isso irá ter imensa influência na forma como vivo a minha vida. Obviamente que todos queremos ser o mais felizes possível, por isso, acho que colocar em papel tudo o que nos ajuda a atingir isso é muito benéfico para percebermos exatamente o que devemos melhorar na nossa forma de ser, pensar e agir. Então, aqui ficam as minhas 5 principais resoluções de ano novo:



1. Ser mais grata

       Eu sei que, para muitos de vocês, isto pode não ser um ponto importante, mas, na minha opinião, é em agradecermos por tudo aquilo que temos e tudo aquilo que a vida nos proporciona que conseguimos apreciar verdadeiramente a nossa vida. Se em vez de ficarmos gratos por todas as coisas que nos rodeiam, nos focarmos apenas naquilo que queremos ter, iremos viver uma vida demasiado virada para o futuro, para aquilo que virá, e não iremos sentir o presente, o tempo que realmente estamos a viver. Eu sei que isto pode parecer um pouco confuso para quem nunca contactou com esta teoria, mas, se a pouco a pouco começarem a tirar um segundo da vossa vida para agradecer simplesmente pelo momento que estão a viver, irão perceber o impacto que isso terá na maneira como vivem o vosso dia a dia.

2. Aceitar tudo o que me acontece

       Com esta resolução, não estou propriamente a dizer que vou adotar uma postura de "tudo acontece por uma razão", mas sim perceber como é que posso tirar partido das situações que me acontecem, sejam estas boas ou más. Cada um de nós controla a sua própria vida, ou, pelo menos, é nisso que acredito, por isso é uma questão de jogar com as circunstâncias que nos são oferecidas de modo a obter o melhor resultado possível. Pensem na vossa vida como um jogo de cartas: por vezes podem ser-vos distribuídas cartas melhores ou cartas piores, mas cabe a vocês saber como lidar com o que vos foi dado e arranjar a melhor estratégia para vencer o jogo.

3. Abraçar novos desafios sem pensar demasiado

       Eu sempre fui uma pessoa muito cautelosa - e não estou a dizer que isso é um defeito - mas, neste momento da minha vida, sinto que preciso de ser mais aventureira, de saltar de cabeça sem ter medo das consequências que podem advir disso. Sempre ouvi dizer que "quem não arrisca não petisca" e eu quero seguir esse motto este ano, pois não quero perder boas oportunidades apenas por ter medo daquilo que eventualmente possa ser menos bom. Não me posso arrepender daquilo que faço, já que, em algum momento, isso foi o que quis verdadeiramente fazer... apenas me posso arrepender daquilo que não faço.

4. Deixar de discutir pessoas e passar a discutir ideias

       Levante o braço aquele que, numa conversa com amigos, não passa grande parte do seu tempo a falar sobre outras pessoas, principalmente coisas más. Imagino que poucos (ou ninguém) foram aqueles que podem dizer orgulhosamente que não o fazem e eu admito que, neste caso, não posso levantar o braço. Mas isso é algo que quero mudar no próximo ano! Pessoas medíocres discutem outras pessoas, grandes pessoas discutem temas, ideias, opiniões... e é isso que nos faz crescer enquanto ser humano.

5. Aprender a gostar de estar sozinha

       Algo que notei este ano quando me mudei para o Porto foi que passo muito mais tempo sozinha do que passava anteriormente e, no início, isso causou-me imensa confusão. Quer seja o medo por estar unicamente por minha conta ou simplesmente por não ter ninguém com quem falar, estar sozinha era algo que eu não gostava. Em 2018, quero aprender a gostar da minha própria companhia e não sentir necessidade de estar sempre acompanhada, visto que a única pessoa que eu tenho a certeza que irá estar sempre comigo em todos os momentos da minha vida sou eu mesma.

       E vocês, já fizeram a vossa lista de resoluções para o ano que aí vem? É muito importante escreverem em papel tudo o que vos vem à cabeça, porque é a melhor forma de o conseguirem concretizar. Querem seguir alguns dos ideais desta lista? Contem-me!

xoxo,

Related Articles

2 comentários:

  1. Olá!
    Gostei muito do post e estou a pensar fazer algo do género! Também quero tentar ser menos cautelosa e arriscar mais... acho que tem a ver com a minha falta de confiança!
    Beijinhos!

    http://biaentresonhos.blogspot.pt/


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Sem confiança em nós mesmos, nada se faz. É preciso acreditares em ti mesma para que os outros acreditem em ti!
      Beijinhos

      Eliminar

Thank you so much!