In Reviews

Review Livro "Ser Blogger"


Olá!
       Já há bastante tempo que não vos trazia uma book review, algo que eu adoro partilhar com vocês, porque ultimamente o meu tempo tem sido escasso para tudo... incluindo para ler. Mas, finalmente, consegui acabar este pequeno livro de autoajuda para bloggers, como eu gosto de lhe chamar, e mal podia esperar para partilhar a minha opinião sobre o mesmo - obviamente que também adoraria contar-vos alguns dos truques que aprendi com o "Ser Blogger", no entanto, isso terá de ficar para quem ler o livro. Agora, chegou a altura de vos aguçar a curiosidade...





Ser Blogger - Como Criar, Comunicar e Rentabilizar um Blog

       O próprio título explica muito bem todo o conceito deste livro, deixando uma ideia geral dos tipos de dicas e conselhos que vamos ter ao longo da nossa leitura, no entanto, vou-vos deixar uma lista dos capítulos principais para perceberem melhor do que trata o "Ser Blogger":
  1. Posso ser blogger?
  2. Planear
  3. Criar o design do blog
  4. Comunicar e fazer crescer o blog
  5. Rentabilizar o blog
  6. Analisar o blog

        Estes são os 6 temas tratados e, como podem ver pelo número 1, este livro começa como sendo mais dedicado a quem ainda não tem um blog - a quem tem o sonho, o objetivo, mas que ainda não o concretizou. Os primeiros 2 capítulos são como um guia passo-a-passo de definição de objetivos, de temas específicos que poderemos vir a abordar, do público-alvo, de quem vamos ser enquanto bloggers. Achei esta parte extremamente importante, ficando até um pouco arrependida de não ter passado por toda esta fase de autoconhecimento antes do M's Journal ter aparecido. É que o nosso blog é um reflexo do que nós somos, logo, primeiro temos de descobrir o nosso sentido e, a partir daí, o sentido do nosso blog aparecerá sozinho.



       Passando os dois primeiros capítulos para iniciantes (vá, chamemos-lhes assim) à frente, chega o momento de começar o blog em si e, obviamente, tal como se começa uma casa pela estrutura, também é isso que devemos fazer, segundo o "Ser Blogger". O design é o ponto tratado no capítulo 3 e, vamos ser sinceros, deve ter sido dos pontos onde mais aprendi... é que, como deve dar para ver, o design e a estrutura do M's Journal são o que mais me tem causado dor de cabeça desde sempre! Por isso, ver que existia um capítulo completamente dedicado a isto, deixou-me de sorriso na cara.
       Infelizmente, também este capítulo começa direcionado a quem está mesmo no início dos inícios, falando até primeiramente da escolha do nome. Mas mesmo nos temas com os quais já eu me tinha debatido há muito, encontrei truques e dicas bastante esclarecedores e que me ajudaram a ver a identidade do M's Journal de uma forma completamente diferente. E para os que, como eu, têm grandes dificuldades no que toca a domínios, plataformas de alojamento e afins, acredito que este capítulo seja um pouco como a holy bible de um blogger.




       "Comunicar e fazer crescer o blog" é o título do ponto 4... e, bem, quem é que não quer fazer crescer o blog? Só basicamente TODOS os bloggers! Como é óbvio, eu estava muito ansiosa para chegar a este ponto, talvez tenha sido aquele que mais me suscitou interesse ao passar os olhos pelo índice, mas, muito sinceramente, foi o capítulo que mais me desiludiu. Na minha opinião, as dicas dadas são um pouco óbvias para quem conhece minimamente o mundo do blog e das redes sociais e, apesar de também ter lido sobre coisas de que nunca tinha ouvido falar, essas foram em número tão reduzido que nem davam para compensar os outros conselhos demasiado, digamos assim, básicos. 
       Sendo eu simultaneamente blogger e leitora de blogs, como a maioria dos profissionais desta área, acredito que já tenhamos uma ideia geral daquilo que o público-alvo gosta e prefere ver, pois nós também somos o público-alvo de outros. Por isso mesmo, neste ponto, deveria ter sido privilegiado o "como fazer" e não o "o que fazer", se é que me faço entender. 



       Para muitos, o blog é um simples hobbie, uma maneira interessante de utilizar o tempo livre, mas, para outros, o blog é um trabalho e, para isso, tem de ser uma fonte de rendimento. Por isso mesmo é tratado no capítulo 5 o tema da rentabilização, algo que há uns anos era quase impensável, mas que agora é uma prática comum entre marcas e influenciadores digitais. Podendo dizer que, na blogosfera, o M's Journal é ainda uma criança (se não um bebé), o meu conhecimento nesta matéria era, muito obviamente, praticamente nulo, por isso qualquer informação que me era dada, era absorvida como uma esponja. 
       Vi um ponto muito importante a ser tratado neste tema - a ética associada à rentabilização - algo que devia ser muito mais falado do que realmente é. Achei extremamente importante o facto das autoras terem falado de ideias como: até que ponto devo sobrecarregar os meu leitores com publicidade? Não será demasiado cedo para entrar dentro deste mercado? O meu único propósito com o blog é rentabilizá-lo? São pontos com que todos os bloggers e influenciadores digitais se devem confrontar, pois, mais importante do que rentabilizar o blog, é ter uma mensagem a transmitir... e nem por dinheiro nos devíamos desviar dos nossos ideais. Mas, aí, cada um sabe de si.



       O último capítulo dirige-se essencialmente à competência de analisar as estatísticas do nosso trabalho - o que corre bem, o que podemos melhorar, o que os leitores gostam ou que rejeitam logo à partida. Nunca dei, muito sinceramente, grande importância a este tipo de análise tão profunda, pois sempre me contentei com as estatísticas que o Blogger me fornecia. No entanto, graças a este capítulo, consegui perceber o quão importante é a análise do nosso blog e obtive ainda as melhores aplicações para o efeito. Se, como eu, não estão habituadas a fazer uma análise mais aprofundada do vosso blog, aconselho-vos a leitura deste capítulo.



No geral, o que é que gostei mais?

       Principalmente o ênfase na fidelidade à ética e à identidade que criamos para o nosso blog, acho que as autoras acertaram em cheio ao reforçar tanto este ideal, que muitas vezes é esquecido no meio digital. A inclusão de testemunhos pessoais de outros bloggers mais conhecidos foi também muito importante para ilustrar e confirmar a veracidade de todos os truques e conselhos dados, gostei! Finalmente, acho que as aplicações são o que de melhor retiramos deste livro, pois, para cada ponto falado, vêm dezenas de apps que nos serão úteis para o nosso objetivo.

E o que gostei menos?

       De não ter percebido ao início que este livro estaria tão direcionado para bloggers bastante principiantes, tornando algumas das dicas fornecidas um pouco óbvias. 

       Esta foi a minha review do livro "Ser Blogger"! Sabem que vos deixo a minha mais sincera opinião em cada palavra que escrevo e, por isso, adorava ouvir também os vossos pontos de vista, se já leram ou conhecem este livro. Algo que não me foi tão útil, pode ter valido cada cêntimo para outra pessoa e vice-versa, não deixem de dar a vossa opinião!

xoxo,

Related Articles

8 comentários:

  1. Por acaso já tive para comprar esse livro e achei o mesmo que tu, para bloggers mesmo iniciantes. Apesar de ter o blog à pouco tempo, do que li achei as dicas bastante óbvias..
    Adorei a review e sem dúvida que adorei o teu blog <3

    Beijinhos,
    Dezassete | WHAT'S ON MY PHONE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Apesar de ser para iniciantes, existem algumas partes que valem bastante a pena! Acredita! Aw, obrigada.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Somos totalmente de acordo. Este livro faz-nos acreditar que vamos aprender muito, mas na verdade aprende quem está a começar a entrar no mundo. É muito importante para quem pensa em criar um blogue. Gostaríamos de o ter lido antes de criarmos o nosso. No entanto, consideramos que foi uma desilusão no final. Esperávamos aprender mais...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, é algo mesmo muito importante para quem está no início, pois há pontos onde até um blogger mais experiente deveria ter seguido no seu começo...
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Achei curioso, não conhecia o livro. Talvez se estivesse para criar o meu blog agora, teria optado por comprar.
    Beijinho

    abriga-tecomigo.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Estava para comprar esse livro e quando dei uma espreitadela, também me apercebi disso, por isso não o cheguei a comprar... beijinhos :)

    http://bublidu.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Continua a ter algumas questões interessantes... Beijinhos!

      Eliminar

Thank you so much!