In Personal

5 Coisas que Gostava de Ter Sabido na Minha Adolescência


Olá!
       Quem leu a última publicação, sabe que, no próximo domingo, irei festejar os meus 18 aninhos de vida e, por isso, durante esta semana, decidi escrever sobre temas que, direta ou indiretamente, se relacionassem com este meu marco. Ao escrever este título, achei imensa piada a mim mesma, pois acho que ainda não me tinha apercebido completamente de que me estou finalmente a escapar desta fase muito estranha, a que vulgarmente chamamos de "adolescência". No entanto, mesmo sendo uma fase estranha, é uma fase muito importante, porque é quando começamos a moldar a nossa personalidade! Por vezes, imagino que se já soubesse algumas das coisas que sei hoje em dia, teria tido muito mais facilidade em ultrapassar esses anos e, por isso, quis contar-vos hoje tudo aquilo que gostava de ter sabido na minha adolescência.

  • Tu és como és, não tens de ser como os outros são.
       Como eu disse na introdução, a adolescência é a fase onde começamos a moldar a nossa personalidade, logo, é óbvio que as nossas características ainda não estão totalmente marcadas e definidas nesta altura. Isto torna-nos bastante vulneráveis e influenciáveis, principalmente pelos comportamentos daqueles que consideramos os "cool kids". Assim, acabamos por deixar os nossos próprios gostos de lado, apenas para ter uma personalidade igual a quem mais admiramos. Isto é completamente errado, pois devemos aprender a apaixonarmo-nos por quem somos e não ser iguais à personalidade que gostaríamos de ter.
  • Não precisas de ter já o teu futuro definido.
       O facto de termos de ir escolhendo, à medida que vamos crescendo, as disciplinas ou cursos que queremos seguir na escola, faz-nos sentir que somos obrigados a saber exatamente aquilo que queremos fazer como profissão ou a área que queremos seguir. Muitos dos adolescentes, quando entram para o 10° ano, sentem pressão para escolher o curso certo, as disciplinas certas, etc., sem nunca pôr a hipótese de que aquelas escolhas não têm de ser definidoras do seu percurso futuro. É óbvio que ajuda entrarmos no curso de ciências se quisermos seguir medicina, por exemplo, mas quem disse que não podemos mudar de gostos e interesses? Nós mudamos quando crescemos, por isso, é normal mudarmos também as nossas paixões! O nosso futuro não tem de estar definido na adolescência.
  • Errar e ter dúvidas não é um problema.
       Uma das coisas que mais me assustava por volta dos meus 13/14 anos era ter uma dúvida à qual não conseguia responder. Naquela idade, tudo à minha volta teve uma transformação tão grande que eu até me chegava a sentir como um recém-nascido, sem quaisquer conhecimentos do mundo. As perguntas surgem, os erros acontecem, mas o mais importante é sabermos lidar com tudo isso - sabermos aprender com os erros e nunca ter medo de pedir ajuda para os nossos problemas. Afinal, não serão as pessoas que já passaram pela mesma fase que estamos a passar as nossas melhores conselheiras?

  • Mais vale ter poucos e bons amigos, do que muitos e maus.
       Esta frase é um cliché tão grande, mas que demorei tanto tempo a aprender! Acho que o tópico das amizades é aquele que mais nos desilude quando entramos na adolescência, pois percebemos um pouco melhor as pessoas que nos rodeiam e também nos percebemos a nós mesmos. Quando vemos que, afinal, nem todas as pessoas querem o nosso bem, que as amizades não são assim tão duradouras e que os nossos amigos de infância seguiram caminhos diferentes dos nossos, sentimo-nos sós e desamparados... daí a necessidade de fazer amizades por todo o lado e com toda a gente! Mas há que ter muita atenção a quem queremos ao nosso lado!
  • Se tens um sonho, faz todos os dias algo por ele.
       Na nossa adolescência, passamos os dias a ouvir a típica frase - que eu detestava, mas que simultaneamente me motivava mais - "Ainda és muito nova para fazer/pensar isso.". Não, nunca é cedo demais para começarem a fazer aquilo que mais gostam, aquilo que vos apaixona e que é o vosso sonho. Tens 15 anos e gostavas de ter um restaurante? Cozinha em casa sempre que puderes. O teu sonho é seguir uma carreira musical? Pratica todos os dias. Nunca deixem que ninguém vos impeça de perseguir um sonho apenas pela vossa idade, pois há sempre algo que poderão fazer por ele.

       Estas são algumas das coisas que fui aprendendo ao longo dos anos com erros que eu própria cometi ou que vi outros cometer. São lições simples mas que teriam feito toda a diferença nesses anos complicados pelos quais todos passamos. Gostavam de ver ainda mais conselhos destes? Tenho uma parte II mesmo pronta a sair!

xoxo,

Related Articles

0 comentários:

Enviar um comentário

Thank you so much!