In Looks

Rock the Baby Blue || Embrace your Differences

 
 
Olá!
       Já fruto das minhas comprinhas de saldos, trago-vos hoje um novo look com um estilo totalmente diferente do causal summer outfit da última segunda-feira. Desta vez, vão poder inspirar-se num conjunto um pouco mais formal, perfeito para as cerimónias e festas que tanto temos nesta estação, e que não deixa escapar uma das grandes tendências do verão - os folhos. Então, espero que gostem deste baby blue outfit bem fresco e trendy que vos irá fazer arrasar onde quer que o usem, pois lembrem-se "you are never overdressed".
 





 
       Provavelmente muitos dos que abriram esta publicação não morreram de amores por este vestido assim que o viram, eu percebo essa reação, pois, tal como muitos de vocês, também eu já tive uma aversão a tudo aquilo que "fugia dos padrões regulares". Talvez não imaginamos muita gente a vestir este vestido, mas não é isso que é importante? Todos somos diferentes, todos temos gostos variados, então porque é que tantos de nós acabam por se vestir dentro do mesmo padrão? Apenas chego à conclusão de que existe muita gente com dificuldades em destacar-se do resto, com medo de ser diferente, com receio de que todas estas diferenças o tornem a ovelha ronhosa da sociedade.
       A roupa que vestimos é uma forma de expressarmos a nossa personalidade, logo, se a nossa personalidade não é igual à de mais ninguém, também o nosso estilo deveria ser personalizado. Compreendo que seja difícil vestirmo-nos conforme a nossa personalidade, as grandes multinacionais definitivamente não ajudam ao homogeneizarem o tipo de roupa que vendem, a única que está ao alcance da maioria de nós. No entanto, acredito que cada um consiga deixar o seu toque pessoal sempre que se veste todas as manhãs, quer seja através da mensagem escrita na sua t-shirt ou do modo como conjuga os acessórios. 






 

       Face a este ideal de "embrace your differences", queria encorajar-vos na vossa próxima ida aos saldos com o meu próprio exemplo. No último sábado, entrei na Pull&Bear e fiquei logo a olhar para este vestido de folhos que tanto se destacava do resto da roupa. O meu primeiro pensamento face a esta peça foi "tenho a certeza que há muito pouca gente a vestir isto" e foi assim que me decidi a levá-lo para o provador... mas foi ao experimentá-lo que a magia aconteceu: o vestido ficava-me bem, eu gostava realmente dele e sentia que não iria comprar mais uma peça "que toda a gente tem"! Era algo único, especial e que me refletia a mim... não aos outros.
       Com isto, quero dizer-vos que, se gostam realmente de uma peça diferente, que não seria usada pela maioria das pessoas, que vos caracteriza, levem-na com vocês e experimentem-na. Não se deixem intimidar ao pensarem na opinião alheia, não tenham medo de vestir algo que fuja aos padrões da sociedade, expressem-se por aquilo que vestem e não por aquilo que veem vestir. 




 
Photographed by: Laura Oliveira (ig: @launaac)
 
Vestido: Pull&Bear
Sandálias: Mango
Mala: Loja local
Batom: Lip Kit Primark
 
       A partir de agora, espero deixar de ouvir a pergunta "como é que tens coragem de vestir algo tão diferente?", pois não é necessário ter coragem para vestir uma peça. Cada um deve vestir aquilo que o caracteriza, aquilo que o identifica, aquilo que gosta, sem se importar com o que resto veste. Sejam únicos, sejam vocês mesmos!
 
xoxo,

Related Articles

4 comentários:

Thank you so much!