In Travelling

Tips and Tricks for Planning a Trip


Olá!
       Tal como vos prometi, todas as minhas próximas publicações serão relacionadas com viagens e, neste caso, venho contar-vos os meus pequenos truques e conselhos na planificação de uma viagem. Eu sei que pode ser bastante complicado conseguirmos organizar todos os pequenos detalhes que este tipo de planificação exige, mas acreditem que existem algumas dicas que facilitam bastante. Assim, poupam imenso dinheiro com agências de viagens e conseguem estar a contactar diretamente com a experiência que têm à vossa espera... até vai saber melhor quando estiverem na viagem. Vamos então conhecer todas as minhas dicas e conselhos?

  • Preocupações a ter com o destino:
       O destino é o pormenor mais pessoal da viagem. Cada um sabe as suas preferências, a sua disponibilidade e a sua capacidade monetária pois todos estes pormenores pesam nesta escolha. No entanto, há algumas situações a ter em conta após a escolha do nosso destino, nomeadamente no que concerne a saúde: por exemplo, muitos países africanos, asiáticos e sul-americanos necessitam de precauções especiais como vacinas e comprimidos que previnem as doenças típicas desses países; para isso deves ir à "Consulta do Viajante" pois ficarás a saber exatamente o que precisas de fazer conforme o destino que vais visitar. Se viajares dentro da União Europeia e fores membro da mesma, podes fazer o "Cartão Europeu de Saúde" e assim, se precisares de ir ao hospital, pagarás apenas as taxas que um cidadão desse país paga.
       Outro ponto a ter em conta é a possibilidade da ocorrência de catástrofes naturais. Por exemplo, as viagens para países tropicais têm geralmente preços bastante elevados mas na época em que geralmente ocorrem os tsunamis, furacões, etc., os preços baixam consideravelmente e a maioria dos turistas tende a aproveitar, apesar de não ser a época mais aconselhável. Por isso, o maior conselho que vos posso dar é pesquisaram muito bem as características do vosso destino pois de certeza que irão aprender muito com a experiência daqueles que também passaram pela mesma viagem que vocês.
  • Voo e transportes:
       Quando comprar o bilhete de avião? As companhias low-cost são de confiança? Estas são das perguntas que mais ouço e que já foram também as minhas próprias dúvidas. Em relação à data de compra, não acredito que haja uma data certa mas convém comprar o bilhete o mais rápido possível, talvez pouco mais de um mês e meio antes do voo seja o suficiente. Em relação às companhias low-cost: eu já voei por várias e nunca tive qualquer tipo de queixa, por isso, dada a diferença de preço que oferecem, são uma opção a ter bastante em conta.
       Mas o que eu mais queria frisar neste ponto era o facto de que o avião não é a vossa única opção e, por vezes, existem outros transportes que compensam... não em viagens grandes obviamente, mas em viagens mais curtas. Vou dar-vos um exemplo bastante pessoal: a minha viagem de Barcelona para Madrid vai ser feita de TGV pois fica muito mais em conta e, se formos a ter em conta o tempo que "perdemos" no aeroporto, a viagem vai ficar relativamente com a mesma duração. Explorem as vossas opções ao máximo e não se fiquem apenas pelo avião.
  • Estadia:
       Se tens oportunidade de passar a tua estadia num hotel podes passar à frente este ponto pois aqui vou procurar mostrar-vos duas opções que se distanciam dessa escolha. Primeiro quero falar-vos de um site - airbnb.pt - onde podem encontrar casas ou quartos para qualquer que seja o vosso destino e pelos mais variados preços! É uma boa opção para quem quiser poupar um pouco na estadia, principalmente se forem num grupo grande pois quantos mais forem mais barato ficará. Uma opção ainda mais barata são as Pousadas da Juventude, indicadas principalmente para as pessoas da nossa idade. Nestas pousadas, para além de passarem noites com preços mesmo muito em conta, podem ficar a conhecer imensos jovens que, tal como vocês, partiram numa aventura bem semelhante à vossa e toda essa partilha de impressões é sempre muito interessante.
  • Roteiro:
       O roteiro é aquela parte do planeamento da viagem que tanto diverte imenso como também pode dar imensas dores de cabeça. Se já tiverem uma ideia do que querem visitar, obviamente que se torna mais fácil... mas quando vais conhecer um sítio sem ter ideia para onde vais (é o que acontece normalmente) deves pesquisar o mais que puderes. Pesquisa os sítios principais, vê experiências pessoais, descobre monumentos, museus, cafés que estejam completamente fora do roteiro tradicional mas que sejam do teu agrado! O Pinterest é muito interessante para este tipo de pesquisas, pois podes ficar a conhecer dicas sobre o país que vais visitar e roteiros muito diferentes mas igualmente espetaculares!
       Apesar da parte mais divertida das férias ser andar um pouco perdida pela cidade, ir com um roteiro relativamente planeado é a melhor opção pois permite que não escape nada do que queiras realmente visitar. Utiliza um mapa para agrupares todos os pontos de interesse que se localizam próximos uns dos outros para que assim não percas tanto tempo na procura dos diferentes lugares.

       E estas foram as minhas dicas e truques para planearem e organizarem a vossa própria viagem, espero que vos sejam úteis tal como me são a mim sempre que vou viajar! Segunda-feira sairá mais uma publicação relacionada com este tema, conseguem adivinhar qual é?

xoxo,

M.

Read More

Share Tweet Pin It +1

2 Comments

In Travelling

To Travel is to Live: The Beggining


Olá!
       A minha última semana tem sido uma autêntica correria com tantos testes e trabalhos, mas hoje finalmente consegui tirar um pouco do meu tempo para vos escrever uma história que vai dar rumo a todas as próximas publicações até provavelmente ao fim de abril. Esta "história" (suponho que possa chamá-la assim) é a novidade que tinha para vos contar no último post, onde vos deixei uma simples frase: "To travel is to live."! Não foi nenhum quebra-cabeças, é óbvio que toda a gente percebeu que entretanto vou viajar... mas até onde? Porquê? Com quem? Essas são as perguntas a que vou responder hoje.

       Por onde é que irei começar? Bem, para quem não sabe, eu estou no 12°ano e é usual fazer-se uma "viagem de finalistas" para comemorar todo o fim deste ciclo de escola e o início de um outro ciclo completamente diferente. A maioria das escolas, inclusive a minha, têm a sua própria viagem de finalistas planeada mas sinceramente não é geralmente do meu agrado... anyway, gostos são gostos e quem gosta faz muito bem em ir! Mas mesmo não gostando desse tipo de viagens, eu queria ter a minha própria viagem de finalistas, não podia deixar passar este momento em vão... e assim nasceu a ideia!
       Eu sei que não sou a primeira nem serei a última a planear a sua própria viagem em conjunto com alguns amigos, mas o entusiasmo é sempre tão grande que é como se eu tivesse descoberto algo completamente novo! E o destino? Esta deve ser a parte que mais dúvidas causou porque eu quero conhecer TODOS os países do mundo, TODOS! Não quero que me escape nenhum, pois de certeza que todos terão algo diferente para me oferecer. Mas bem, não saindo muito do estereótipo da típica viagem de finalistas, Espanha é o meu destino: primeiro Barcelona e depois Madrid. A viagem irá durar cerca de uma semana e eu quero dizer desde já que não vou publicar enquanto lá estiver porque quero aproveitar ao máximo cada segundo... no entanto, para compensar, assim que chegar irei publicar todos os dias durante uma semana, descrevendo tudo o que visitei e mostrando-vos todas as fotos. Para quem não quer perder nem um segundo desta viagem, basta seguir-me nas redes sociais onde irei obviamente partilhar tudo com vocês.
       Pronto, o destino já é do vosso conhecimento mas e a data de partida? Isso fica ainda por revelar, mas até lá irei trazer-vos algumas publicações relacionadas com a viagem por isso fiquem desse lado!

xoxo,

M.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Personal

TAG: 8 Coisas


Olá!
       Como gostaram tanto da minha publicação "20 Coisas Estranhas sobre Mim", hoje trago-vos mais um post bastante pessoal para me conhecerem um pouco melhor. A TAG 8 Coisas é bastante conhecida pelo mundo do Blogger e do YouTube e por isso respondi também a estas perguntinhas pois adoro a amplitude que têm e a criatividade que podemos ter ao respondê-las! Então 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1...
 
1. 8 coisas para fazer antes de morrer:
  • Visitar praticamente todos os países do mundo;
  • Arranjar a minha própria casa numa cidade ainda por escolher;
  • Ter uma Licenciatura e um Mestrado;
  • Participar numa ação de voluntariado em África;
  • Andar de balão de ar quente;
  • Ver as minhas obras de arte favoritas ao vivo;
  • Criar uma biblioteca pessoal;
  • Aprender Mandarim.
2. 8 coisas que amas:
  • Tocar piano;
  • Viajar;
  • Ler antes de adormecer;
  • Panquecas com Nutella (e tudo o que está num brunch);
  • Correr à beira-mar;
  • Café;
  • Fotografar;
  • Ir às compras.
3. 8 coisas que odeias:
  • Frutas e vegetais;
  • Pessoas de mente fechada;
  • Estudar por obrigação e não por gosto;
  • Desarrumação e qualquer tipo de confusão;
  • O controlo de segurança antes de entrar no avião;
  • Piropos e qualquer tipo de comentários machistas;
  • Desenhar;
  • Acordar depois do meio-dia.
4. 8 coisas que costumas dizer:
  • "tipo" DETESTO DIZER ISTO;
  • "basicamente";
  • "Preciso de café";
  • "Não tenho nada para vestir";
  • "Dreams don't work unless you do";
  • "Levas a mal se corrigir o que disseste?" ou corrijo logo;
  • "Não, pela milésima vez não quero provar essa fruta";
  • "Já leste a minha última publicação?".
5. 8 maquilhagens/roupas que não vives sem:
  • Base;
  • Corretor;
  • Máscara de pestanas;
  • Pó compacto;
  • Calças pretas;
  • Blusão de cabedal;
  • T-shirt branca com uma mensagem;
  • Skinny jeans.
6. 8 objetos que não vives sem:
  • Telemóvel;
  • Computador;
  • Máquina fotográfica;
  • Livros;
  • Piano;
  • Espelho;
  • Elástico de cabelo;
  • Agenda.
7. 8 filmes/séries/livros que amas:
  • "Girl, Interrupted" (livro/filme);
  • "Flores" (livro);
  • "The Great Gatsby" (livro/filme);
  • "Cemitério de Pianos" (filme);
  • "The Simpsons" (série);
  • "Pretty Little Liars" (série);
  • "How to Get Away with Murder" (série);
  • "The 100" (série).

       Espero que tenham ficado a conhecer um pouco mais sobre mim e que tenham gostado de ler esta publicação. Em breve vou ter novidades para vocês, a começar por algumas publicações bastante interessantes, mas que por agora apenas vos vou deixar com uma frase: "To live is to travel."! Até segunda!

xoxo,

M.


Read More

Share Tweet Pin It +1

4 Comments

In Looks

The Girl with the Blue Shirt

 
Olá!
       Depois de alguns dias em que já cheirou a primavera, até tive pena de ter de fotografar num dia em que o Sol estava tímido e o vento decidiu vir dar uma volta. Tinha uma grande vontade de começar a fotografar outfits mais frescos para vocês mas tive de me conter um pouco e trazer-vos algo que fosse relativamente decente face aos dias de primavera que não estão a querer chegar. Mesmo assim, já consegui dizer adeus aos casacos enormes (que eu adoro mas dos quais já estava farta) e usar algo mais leve, com uma peça já da nova coleção de primavera/verão! Vamos espreitar?
 




 
       Não queria arriscar já com as cores vibrantes que tanto chamam o calor, por isso o look que vos trago hoje é à base de cores escuras e neutras. A peça que vos queria tanto mostrar era esta camisa da nova coleção da Mango, pois, para além de ser uma peça bastante fácil de conjugar e transversal a quase todos os looks, é uma camisa que nos mostra como podemos dar um toque diferente a um conjunto que podia ser bastante aborrecido se não tivesse este tipo de detalhes.
      O que eu vos quero transmitir é que a conjugação de um look começa nas compras... Existem dois tipos de peças: as peças simples e aborrecidas e as peças que nos irão trazer algo de novo num outfit. Apenas temos de desfazer o mito de que essas peças especiais têm de ser sempre arrojadas, pois podem até ser bastante neutras como é o caso desta camisa, apenas têm pormenores que as "refrescam". Apostem nessas peças e não tenham medo de estar a ousar demasiado, porque nunca estarão.






 
       Para não manter o look muito escuro, utilizei alguns pormenores camel como o casaco, o cinto e as botas. Se gostam de dar toques de cor em conjuntos monocromáticos, aconselho-vos a fazerem-no em zonas afastadas, ou seja, espalhados pelo corpo. Neste caso, coloquei uma das peças camel no fim do corpo, outra a meio e outra a cobrir a parte superior... assim é uma forma de manterem o vosso look neutro mas não aborrecido. Também têm a opção de dar esse toque de cor através de uma maquilhagem mais arrojada, como um batom de cor forte ou sombras de tons mais ousados. Cabe a ti perceberes quais são as partes a que queres dar mais destaque e colocar o toque de cor aí.
 






 
Casaco: Stradivarius
Camisa: Mango
Calças: Zara
Botas: Loja local
 
 
      Eu sei que não tenho muito para vos contar hoje, mas o meu objetivo era que as fotos falassem por si! Quero agradecer-vos imenso pelo apoio que tenho recebido... se continuo a trazer-vos conteúdo cada vez melhor é graças ao feedback positivo que tenho recebido desse lado e é exatamente por isso que quero que me deixem as vossas dicas e as vossas críticas nos comentários ou nas redes sociais. Mais uma vez, obrigada por tudo! Tenham uma boa semana cheia de coisinhas felizes!
 
xoxo,
 
M.

Read More

Share Tweet Pin It +1

4 Comments

In Photography

How to Take Flat Lays


Olá!
       Hoje venho falar-vos de uma grande trend alert! do Instagram: as flat lays. Para quem não sabe, uma flat lay é basicamente uma fotografia tirada de cima, onde os itens que estão a ser fotografados estão sobre uma superfície plana. Estes itens estão geralmente posicionados de formas pensadas e as cores dos vários produtos conjugam-se. Eu sei que, com a explicação, fiz uma simples foto parecer um autêntico quebra-cabeças, mas eu prometo que é algo fácil de fazer e que fica mesmo muito bonito num feed do Instagram. Por isso, aqui estão umas dicas de como eu tiro as minhas flat lays.
  • Escolhe superfícies monocromáticas ou com padrões suaves:
       O que mais irão encontrar no Instagram são flat lays com superfícies brancas, pois é um cor que permite que se sobreponham variados itens de diversas cores sem tornar a foto demasiado agressiva visualmente. Daí sugiro-vos que escolham fundos de apenas uma cor ou então padrões bastante neutros, como o padrão mármore que está completamente in. E já agora, uma pequena dica: quem quiser tirar fotos com um padrão mármore e não tem nenhuma superfície em casa com esse padrão, pode sempre comprar papel autocolante que imite o mármore e colá-lo temporariamente para tirar a foto. Mas isso é mais para Instagram disorders bem avançadas como a minha (e não vos desejo isso!).


  • Flat lays + food = perfect combination:
       Um dos temas que mais se vê fotografado neste tipo de fotos é comida... Na minha opinião, fotografar comida é irritantemente querido por isso tenho de admitir que me sinto um pouco dividida neste assunto. No entanto, temos de afirmar que este tipo de fotos fica sempre bastante giro e abre-nos o apetite só de olhar para ela! Por isso, se vos faltarem inspirações para fotografar, mimem-se e façam um pequeno-almoço mega instagrammable que vos sacie não só a fome como também visualmente. 


  • Jogo de luz e sombras:
       Quem lê o meu blog regularmente já sabe que o fator luz é o mais importante quando se tira uma fotografia, mas acreditem que nas flat lays a luz consegue ser ainda mais importante. É, tal como disse, um autêntico jogo de luz e sombras, onde se tenta que a luz destaque os elementos mais importantes e que as sombras sejam os mais discretas possíveis, ou para os mais profissionais, até mesmo inexistentes. Seja com luz natural ou luz artificial, devem jogar com a posição da câmara e da superfície a ser fotografada para que receba a maior quantidade de luz possível e de forma relativamente igualitária. No início pode ser mais complicado, mas depois começamos a perceber os melhores ângulos, o que facilita imenso.


  • As flat lays são como as selfies, nunca se tira só uma:
       Por mais experientes que sejam neste tipo de fotografias, é quase impossível conseguir a flat lay perfeita (ou o mais aproximado disso possível) logo à primeira. Eu nunca contei bem a quantidade de fotos que tiro até gostar de alguma mas de certeza que ultrapassa o número que estão a imaginar neste momento... Experimentem diferentes ângulos, troquem a posição dos objetos, adicionem ou retirem algo até terem a foto que idealizaram inicialmente e que vos agrade verdadeiramente. Quanto mais fotos tirarem, mais hipóteses de escolha terão.


       E estes são os meus truques e dicas para tirar flat lays. Todas as fotos que viram foram tiradas por mim, por isso podem ter a certeza de que não é assim tão complicado de fazer! Apenas não exagerem na quantidade de itens na foto pois quanto mais tiverem, mais difícil será de conjugar... Deixem isso para quando se sentirem mais profissionais! Espero que tenham gostado e até a uma próxima!

xoxo,

M.


Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In Looks

Downtown Girl

 Olá!
       Hoje trago mais um look com duas pecinhas que adquiri recentemente e que tenho usado sempre que posso de tão apaixonada que estou. O outfit é bastante casual e perfeito para usar no dia-a-dia, principalmente para esta altura do ano em que nunca sabemos bem que tempo é que vamos encontrar, se calor ou se frio, se chuva ou se sol.
       Não podia haver melhor cenário para vos mostrar estas novas roupinhas do que o centro histórico da minha linda cidade de Leiria. Um dia ventoso mas soalheiro, conjugado com uma saudade enorme de fotografar, trouxe-nos o que sei que estavam ansiosos por espreitar!





 
       Se o meu roupeiro já está a abarrotar de peças pretas e brancas? Sim. Se vou parar de comprar peças pretas e brancas? Não, porque nunca são demais. Não há como errar a conjugação destas duas cores e, nos dias de menor inspiração, umas calças brancas com uma camisola preta ou vice-versa são a escolha mais acertada.
     Juntei ainda ao meu look um casaco preto enorme (enorme mesmo, chega-me praticamente aos tornozelos) que estava ansiosa por vos mostrar, pois foi a minha melhor aquisição dos saldos deste outono/inverno. Este casaco simples mas ousado da Pull&Bear custava nada mais nada menos do que 70€ e eu comprei-o por 15€... I mean, eu não vos disse que compensava comprar casacos nos saldos? 





 
       Não fui muito ambiciosa nos acessórios pois queria manter um estilo neutro e casual. Assim, achei que o melhor calçado eram umas sapatilhas e, neste caso, as minhas New Balance com pormenores verde-água foram perfeitas pois conjugavam subtilmente com a mochila da Zara, também super casual. O cinto que estou a usar é a outra peça de que vos queria falar... eu já andava a ver há imenso tempo cintos pretos com pormenores metalizados pois adorava a ousadia que trazia a um outfit, por mais simples que fosse. Assim que encontrei este cinto na Mango não pude hesitar em trazê-lo comigo e tenho a certeza que foi uma boa escolha só de ver o up que traz neste conjunto.
       Queria ainda falar-vos dos brincos brancos e prateados que usei neste look pois estou completamente apaixonada por eles! Já os tenho há algum tempo mas ultimamente tenho usado e abusado deles, pois ficam bem em qualquer roupa que use. Para os mais curiosos, podem encontrar estes brincos e ainda outras peças lindíssimas na loja Caracoleta Salpicada (podem ver o Facebook clicando aqui). É uma lojinha de bijuteria artesanal que vos vai deixar rendidos.



 
 
 
 
 
Casaco: Pull&Bear
Camisola: Pull&Bear
Calças: Stradivarius
Sapatilhas: New Balance
Cinto: Mango
Mochila: Zara
Óculos: Wells
 
       Espero que tenham gostado das fotos e do look de hoje pois já tinha imensas saudades de fotografar algo para vocês! Qual foi a vossa peça favorita do outfit de hoje? Querem vê-la inserida noutros conjuntos? Deixem a vossa opinião nos comentários. Tenham uma boa semana e não se esqueçam que, com a roupa certa, podem conquistar o mundo!
 
xoxo,
 
M. 

Read More

Share Tweet Pin It +1

2 Comments

In Makeup

Cruelty Free Make Up Brands


Olá!
       Talvez um dos temas a que não seja dada a importância devida no mundo da maquilhagem é a apologia das marcas cruelty free. Por isso, decidi vir hoje explicar-vos um pouco mais sobre o tema e ainda trazer-vos uma lista das principais marcas de maquilhagem que são dignas de ter a expressão "cruelty free" no rótulo.
       Quero desde já dizer-vos que esta publicação é escrita a partir de pesquisas feitas por mim, pois eu própria queria aprofundar os meus conhecimentos sobre este tópico. Assim, se tiverem algo a acrescentar ou a corrigir, agradeceria imenso que o fizessem nos comentários para que todos possamos ficar ainda mais esclarecidos sobre o assunto.

       No geral, podemos afirmar que uma empresa de maquilhagem cruelty free é uma empresa que atualmente não testa em animais para fazer os seus produtos. No entanto, acho que é importante realçar que os mesmos ideais podem não se concretizar no que toca ao ingredientes que utilizam. Ou seja, um produto cruelty free não foi testado em animais mas os seus ingredientes podem ou não podem ser testados em animais.


     Mas porque é que existem empresas que testam em animais? Obviamente que cada ser humano tem geralmente o bom senso de se preocupar com a vida de todos os seres vivos. Contudo, o dinheiro consegue ser, para estes, muito mais apelativo do que os valores morais. A partir do momento em que nos preocupamos em fazer lucro, sem olhar a meios para atingir os nossos fins, o teste em animais torna-se uma opção nas empresas de maquilhagem (e não só), pois fica mais barato do que outros tipos de técnicas de teste que possam existir.
       Pessoalmente, sou completamente contra este tipo de práticas mas admito que muitas vezes tendemos a preocuparmo-nos mais com o dinheiro que gastamos em maquilhagem, não tendo em conta que esse preço relativamente baixo pode ser fruto da crueldade para com os animais. Por isso, tenho tentado estar mais alerta para este tipo de situações, apostando mais nas marcas que defendem os meus ideais. E para vos ajudar, vou agora apresentar-vos uma lista de marcas cruelty free (estas são algumas, obviamente que existirão mais) para vos guiar na vossa próxima ida às compras de maquilhagem.
 
Marcas cruelty Free:
  • Anastasia Beverly Hills
  • Beauty Blender
  • Catrice
  • E.L.F
  • Essence
  • Gosh
  • Kiko (muito recentemente)
  • Kylie Cosmetics
  • Milani
  • Nars
  • Nyx
  • Tarte
  • The Balm
  • Too Faced
  • Urban Decay
Marcas que testam em animais:
  • Avon
  • Benefit
  • Bobbi Brown
  • Caudalie
  • Clarisonic
  • Garnier
  • GlamGlow
  • Laura Mercier
  • L'Oréal
  • Make Up Forever
  • MAC
  • Mary Kay
  • Maybelline
  • Sephora (a marca da própria loja)
  • SmashBox
  • Victoria's Secret
  • Yves Rocher
Nota: as marcas apresentadas na última lista são marcas que nunca declararam o contrário ou que vendem na China (onde o teste em animais é requerido por lei).
 
       Existem, como é óbvio, muito mais marcas em ambas as listas, pois eu apenas escolhi aquelas com as quais tenho mais contacto no dia-a-dia. Espero ter-vos esclarecido, tentei apresentar informações o mais fiéis possível, relativamente às marcas que são cruelty free ou não, mas agora depende de vocês fazer a escolha na hora da compra.
       Mais uma vez, quero reforçar a ideia de que, se têm algo a acrescentar no que toca a este tema, adoraria que o fizessem nos comentários. E qual é a vossa opinião? São a favor ou não do teste em animais? Contem-me!
 
xoxo,
 
M.

Read More

Share Tweet Pin It +1

2 Comments

In Personal

20 Weird Facts About Me


Olá!
       Já tenho o blog há tanto tempo e sinto que nunca vos falei muito sobre mim, apesar de que o que escrevo nas minhas publicações refletir bastantes aspetos da minha personalidade. No entanto, existem mil e uma coisas sobre mim que não sabem... E dessas 1001, hoje vão descobrir 20! Mas não são 20 factos normais, são 20 factos que muita gente não sabe sobre mim de tão estranhos que são: as minhas manias, os meus tiques, situações embaraçosas mas que fazem parte de mim. Estão curiosos? Então vamos já passar para esses 20 factos estranhos sobre mim.

1 - Algo que não pode faltar nos meus dias é ver uma série, é algo que faço mesmo há muito tempo! Neste momento acompanho 10 séries e nos meus 17 anos de vida já gastei, ao todo, mais de 1 mês a ver episódios. Neste momento as minhas séries favoritas são: The Simpsons, Pretty Little Liars, How to Get Away With Murder e The 100.

2 - A minha alimentação é muito diferente da da maior parte das pessoas, mas nada aconselhável... Desde os meus 3 anos que não como qualquer tipo de frutas ou legumes nem TUDO, mas mesmo TUDO, que tenha sabores de fruta como gomas, iogurtes, pastilhas, etc.

3 - Uso óculos desde os 3 anos e todos os verões trocava de óculos para me sentir uma pessoa diferente. Os meus primeiros óculos eram azul bebé e redondos, tive também uns óculos da Pucca cor-de-rosa e óculos de todos outros tipos e feitios. Agora, já há quase dois anos que uso lentes de contacto.

4 - Nunca tive um teste negativo em toda a minha vida. A minha pior nota em avaliações foi um 52% a Matemática (nota-se claramente que a minha vocação é para as letras, não para os números).

5 - Tenho uma autêntica Instagram disorder e se passar mais de dois ou três dias sem publicar fotos entro em stress. Não sejam assim, nem queiram ser assim, sou tão picuinhas com o meu feed que até a mim me irrita.

6 - É desde o meu 8°ano que utilizo maquilhagem diariamente, obviamente não tanta como agora, mas já utilizava base e máscara de pestanas. Apesar da maior parte das pessoas achar que foi demasiado cedo, eu acredito que o facto de me ter começado a arranjar na minha adolescência fez-me aprender a amar-me mais e a não ligar tanto aos comentários alheios.

7 - E por falar na minha rotina matinal... é também desde o 8°ano que estico o cabelo diariamente. Apesar de não ter o cabelo ondulado, também não é completamente liso, e conto pelos dedos as pessoas que já me viram com o cabelo ao natural.

8 - Provavelmente devo visitar as estatísticas do blog umas dez vezes por dia, não sei bem porquê mas estou sempre à espera dos vossos comentários e interações. Ligar o blogger é a primeira coisa que faço quando acordo.

9 - Vivo num sítio demasiado pequeno, num sítio onde não cabem os meus sonhos... e desde que me lembro, prometi a mim mesma que aos 18 anos iria para uma cidade que realmente me realizasse, essa aventura está para breve e vocês irão acompanhar-me nela.

10 - A minha primeira viagem de avião foi tão má que até mete piada: a minha colega de viagem, que prometeu ajudar-me a ultrapassar o meu medo de voar, dormiu as duas horas de voo, perdi 10 jogos de Uno (jogámos 10 jogos), o senhor ao meu lado sorria de orelha a orelha sempre que olhava para mim e... tive mesmo um batismo de voo pois, assim que aterrámos, caiu-me água na cabeça que suspeito ter vindo das canalizações do wc, pois eu estava sentada mesmo junto às casas de banho do avião. Pior não podia ter sido.

11 - E por falar em casas de banho de avião, NÃO ENTRO, NÃO VOU! Tenho pavor... é demasiado pequeno e faz demasiado barulho.

12 - O ano passado, numa aula de Geografia, a minha turma começou a dizer que seria mesmo engraçado fazermos uma viagem todos juntos. Guess what? Uns meses depois, 20 pessoas e 3 professoras partiram à descoberta dos Açores. Esta é a prova de que os sonhos se realizam se se esforçarem para concretizá-los.

13 - Sou a pessoa mais medricas que vocês irão conhecer, mas acreditem que já ultrapassei muitos dos meus medos, como o medo do som dos foguetes ou de balões a rebentar, o medo de cães e da maior parte dos animais.

14 - A primeira e única vez da minha vida em que vi filmes de terror foi numa pajama party com algumas amigas e durante um ano não consegui dormir bem... depois disso, nunca mais!

15 - A minha pior mania é não conseguir deixar passar um erro ortográfico. Qualquer que seja a pessoa, desde amiga a desconhecida, não consigo não a corrigir e, sinceramente, é algo que deixa as pessoas que convivem diariamente comigo bastante irritadas.

16 - Os meus pais contaram-me que, quando era pequena, detestava ouvir música. No entanto, 17 anos depois, sou apaixonada por notas musicais e já tive 4 anos de aulas de canto e 2 anos de aulas de piano.

17 - Há cerca de dois anos, cantei numa banda que durou alguns meses. Cheguei a conhecer pessoas que me vinham dizer que me conheciam dos palcos e de me ouvir cantar, era a melhor sensação de sempre, e eu pensava que queria fazer disso a minha vida.

18 - No meu 3°ano escrevia os sumários ao meu colega de mesa para ele não contar à minha turma quem era o meu namorado. A professora acabou por descobrir, escreveu-lhe um recado na caderneta e ele foi contar à escola toda o meu segredo. Hoje, eu e ele rimo-nos demasiado com esta história.

19 - Quando andava na primária, não me lembro bem do ano sinceramente, fizemos uma troca de cartas de amor para o dia de S.Valentim e apenas podíamos escrever para uma pessoa. Eu recebi oito cartas de amor escritas pelos oito rapazes da turma e ainda hoje não sei se eles combinaram ou não.

20 - Não suporto quando alguém está a ler o meu blog ao meu lado. Tenho medo de ver as verdadeiras reações das pessoas. Uma mania, talvez? Não, um medo.

      E estes foram os 20 factos estranhos sobre mim, muita coisa ficou por dizer mas para isso vão ter de esperar por uma continuação desta publicação... Gostaram? Qual foi o vosso favorito? E por favor se se identificarem com alguma coisa que tenham lido digam-me nos comentários para eu não me sentir tão sozinha! Tenham uma ótima semana.

xoxo,

M.

Read More

Share Tweet Pin It +1

2 Comments

In Makeup Reviews

Favoritos de Fevereiro


Olá!
       Com mais um mês passado (e tão rápido que este passou), está na altura de vos trazer os meus favoritos do mês de fevereiro: filmes, produtos de beleza, maquilhagem, momentos. Apesar de este ter sido um mês pequenino, foi um mês cheio de pequenas felicidades, como quando apareceu um dia de sol no meio de toneladas de dias cinzentos, ou quando festejámos o amor no dia de S. Valentim e até quando saímos à rua mascarados, apelando à diversão máxima. Seja qual forem as belezas que este mês possa ter trazido, aqui estão os meus favoritos:
  • Filme e música:
       O filme que anda na boca do mundo, o filme que foi alvo do maior erro dos Óscares (apesar de que, para mim, não havia de ter havido erro nenhum), é também o meu filme favorito deste mês: La La Land.

 
       Eu sei que já devia ter visto este filme há imenso tempo mas infelizmente só o consegui ver no final deste mês, mas acreditem que a espera valeu a pena! Apesar de ser suspeita de adorar este filme já que sou uma grande fã de musicais, este é um filme que rompe com tudo o que é tradicional seja num filme ou num musical. Obviamente que não vou ser spoiler, mas desde os pequenos pormenores presentes nas músicas até ao final inesperado, tudo vale a pena neste filme!
       E a banda sonora do mesmo ganha o prémio de músicas favoritas deste mês! Músicas como a "City of Stars" e "A Lovely Night" não me saem da cabeça, por terem ritmos tão apelativos, coreografias tão divertidas e cenários de tirar a respiração. Sinceramente, não há uma única música que eu não goste nesta banda sonora e acreditem que isso é muito difícil de conseguir.
       Se ainda não conheces este filme, apesar de isso ser quase impossível, vê aqui o trailer: https://www.youtube.com/watch?v=0pdqf4P9MB8&t=1s
  • Skin Care:
       Já uso este produto há alguns meses, mas foi no mês de fevereiro que realmente usei e abusei dele. Estou a falar da Beauty Detox Purifying Mask da Venus, à venda nas lojas Douglas.
 
 
       Esta máscara é adequada para peles mistas a oleosas, com tendência acneica e acreditem que faz maravilhas! Podem aplicar duas vezes por semana, uma vez por toda a cara e outra vez nas zonas mais oleosas do vosso rosto, geralmente na zona T. Após deixarem atuar durante 10 minutos irão sentir que toda a oleosidade desapareceu da vossa cara, e contrariamente à maior parte das máscaras, essa sensação irá durar 2/3 dias, que é basicamente o tempo até fazerem a segunda máscara da semana. Para além de retirar a oleosidade, este produto também seca as borbulhas e deixa-vos a pele bastante fresca e macia após utilização. O único cuidado que devem ter é passar sempre um tónico após retirar a máscara.
  • Maquilhagem:
       Quem é que aqui também é fã de marcas baratas e com boa qualidade? Eu sou e a minha carteira também! Ao longo das minhas várias publicações aqui no blog, já vos apresentei diversos produtos da Catrice e hoje venho apresentar-vos mais um: o Glow Highlighter Deluxe.
 

 
       Nunca tinha utilizado um iluminador e decidi comprar este, um bocado às cegas, para experimentar. Fiquei rendida logo na primeira utilização e já só pensava quando é que poderia vir contar-vos! Este highlighter custa cerca de 5€ e engloba três cores diferentes. Apesar de não ser super pigmentado, é perfeito para mim pois eu pretendia algo discreto para usar no dia-a-dia, mas que se notasse nos momentos-chave. Se vocês procuram um iluminador que se destaque bastante, para ocasiões mais especiais, não vos aconselho este, no entanto, se procuram algo mais soft para usar diariamente, esta é a escolha certa!
 
       E estes foram os meus favoritos do mês! Espero que tenham gostado e se realmente  quiserem que continue com esta rubrica digam-me nos comentários. Espero também que o vosso mês tenha sido exatamente como vocês querem e que estejam um passo mais perto de realizar os vossos sonhos.
 
xoxo,
 
M.
Instagram | Twitter | Facebook | Pinterest

Read More

Share Tweet Pin It +1

4 Comments

Thank you so much!